Reprodução

mil peixinhos dourados

Nunca no mundo eu negaria minhas origens, afinal é das misturas que vem meu sangue confuso e curioso. Do lado italiano tenho a mania de acolher a todos, enquanto do alemão o perfeccionismo e do japonês vem a loucura. Ok, não é assim que funciona, os outros lados tem seus traços de insanidade, assim como o japonês me deu a busca por justiça, esforço e merecimento. Mas a loucura é inegável.

E é por isso que fica fácil, não muito, mas ainda assim compreensível ver uma obra de arte como esta que está aí em cima e entender quem fez. O lado paterno da minha família tem uma porção de gente talentosa para diversas áreas. Ao mesmo tempo em que meu pai não dá conta de consertar o encanamento e problemas de eletricidade, sua curiosidade sempre causou mais problema do que ajudou a arrumar o estrago, por outro lado ele tem uma das mãos mais sensíveis ao que o olhos podem ver. Isso está presente nos meus irmãos, em alguns tios e era em meu Oji.

Mas nenhum deles chegou perto de fazer algo como Ryusuke Fukahori. O cara já teve esta e outras fotos, assim como o vídeo abaixo, correndo pela net, mostrando até onde a loucura/arte o leva a fazer algo tão incrível como montar um aquário estático de peixes lindos e dourados. Para mim foi simplesmente mágico e delicioso assistir aos 4min e 50 segundos de vídeo nos quais com um pincel, tintas e resina ele dá vida à algo tão belo.

Quem não souber o que me dar de presente algum dia, tá aí uma bela dica. Aceito com muito amor um Ryusuke Fukahori original! Com um deste tenho certeza que não mataria qualquer bicho de fome.


Tentei encontrar informações oficiais sobre Ryusuke, mas não achei nada, então assim como a maioria dos sites, fica aqui uma pequena galeria com algumas de suas obras.


Vi no perfil da Lívia

2 comentários sobre “mil peixinhos dourados

  1. Osvaldo Tsutomu Higa disse:

    Sensacional! Muito bom mesmo esse Ryusuke. Ele pintando o kingyo me faz lembrar a arte do Sho, a pintura dos ideogramas. Agora, a mistura dos sangues italiano, alemão e japonês me faz lembrar a imagem brincalhona feita pela sua avó, quando nos reunimos num almoço no qual estavam meus pais e os pais da Silvana: “Parece que estamos reunindo os países do Eixo”. A sua tia Mädele ficou uma arara rsrsrs….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s