Manola

carta aberta para manola

Há pouco mais de um ano minha vida passou por uma mudança radical. Apesar dessa transformação ter sido um passo que eu quis dar, o frio na barriga foi enorme. Junto com novos desafios, nos quais me coloquei à prova, ganhei algo que não estava buscando e hoje não sei viver sem, uma Manola.

Explicação
Manola: aquela pessoa diferente, manera, com quem se pode contar. Para quem você liga na hora que a coisa aperta ou simplesmente para contar uma piada. Mas cuidado, essa palavra é mais do que um simples adjetivo. Ela só pode ser usada por pessoas especiais para indicar pessoas mais especiais ainda.

Meu primeiro dia no trabalho novo foi como  qualquer outro primeiro dia, isto é, emocionante para não falar meio assustador. Adotei minha tática de bicho do mato de sempre e fiquei em um canto observando tudo. Foi no momento em que ousei sair do meu canto que a Manola  chegou. Quando vi ela já estava acomodada em sua cadeira, bem de costas para mim. Desta forma como eu iria ter coragem de me apresentar?

Contato visual era impossível e três horas depois foi ela quem deu o primeiro passo. Quando a redação debandou para a hora do almoço sobramos nós. Foi quando ela levantou e disse:
– Aproveitando, deixa eu me apresentar. Cheguei e você estava no banheiro. Sou Livia, prazer!

Me apresentei e foi isso, não nos falamos por mais três horas. Eu focada em música, ela em games e foi somente no momento de ir embora que descobri que ela pegava o mesmo ônibus que eu. Foi subir no famigerado 669 A que nunca mais paramos de falar.

Sabe quando você menos espera e encontra alguém especial que invade seu coração e rouba um pedaço pra ela? Pois foi isso o que essa “orlandina” fez. Nos tornamos inseparáveis. Vindo e indo juntas, cada viagem de ônibus era uma sessão de terapia, nas quais ela me ajudou como ninguém! Em troca, arrastei ela pra churrasco de muita música para conhecer meus amigos “grunges” e barbarizar no kart.

Juntas protestamos e paramos a Paulista, cantamos temas dos anos 80 e 90. Conhecemos e stalkeamos o Lucas. E comemos muitos BKs, em raros casos acompanhado de um cowboy, porque nóis pode, né? Em um ano ponderamos, conversamos, discutimos – sem brigar – choramos e rimos muitos juntas, além de fazer a alegria e dos passageiros do busão em nossas viagens de volta pra casa.

Há pouco mais de  seis meses nos separamos. Ela foi trabalhar em outro lugar, seguiu em frente buscando novos horizontes, mas apesar de não termos mais o dia a dia, as conversas ainda existiam! As ligações e risadas, sem falar em nosso ponto de parada comum na hora de ir pra casa, o BK!

Mas hoje, segunda-feira, minha Manola se foi. Não é para o outro lado do mundo, mas também não foi para a cidade vizinha e sei que vou morrer mais ainda de saudades dela. Ela rumou em busca de um novo horizonte e para isso foi preciso muita coragem e amor. Amor vi nos olhos dela que encontrou novamente e coragem, bom, esta sei bem que nasceu com ela.

Por isso eu não poderia estar mais orgulhosa de vê-la partindo com meu afilhado, Manolo Maneiro, embaixo do braço, mala, cuia e um monte de sonho a ser realizado.

Manola querida,
que a Cidade Sorriso seja boa pra você! Que te dê muita alegria, além de ensinamento. E que em meio a tudo isso te devolva de vez em quando para eu matar a saudade! 

beijocas

Manola

Anúncios

6 comentários sobre “carta aberta para manola

  1. Lívia disse:

    Hoje eu acordei: “o que será q é aquela surpresa q a Paula disse, hein?” e fui fazer café pra mim. (bem canalha, como os da SKY7). E então a Lara gritou que tava acontecendo alguma coisa.
    Fiquei muito emocionada com a homenagem, Manola, eu gosto mto de vc e vou sentir sua falta, agora tão longe, nem BK tem. =/
    Saiba q vc é muito bem-vinda aqui em casa. Não quero perder contato. Vc é uma das pessoas mais surpreendentes q eu já convivi.
    Um Beijão!

    • paulinha mihuda disse:

      Awn! Que bom que gostou Manola!!!
      Fiquei com medo de você achar que estava te expondo demais, mas como te falei esse mundo é grande, mas o povo fala. Achei que você merecia este post, principalmente porque foi tudo tão de repente, que não pude me despedir como eu gostaria!
      Mais uma vez, muita força nesse tempo de mudança! Tô torcendo para que as coisas aconteçam ai e quando vier! Saudades already!
      beijinhos e esmaguinho no Mano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s