amy-winehouse-in-my-bed

relembrando o que ficou de bom

Ela se foi no sábado e eu fiz questão de tentar me manter o mais longe possível do bafafá sobre a morte. Curiosidade existe, mas ficar correndo atrás de tudo o que todo mundo já sabe me faz me sentir um urubu em cima de carniça, como vinha acontecendo com ela desde que estourou com “Rehab” e se tornou uma das fontes de renda favorita dos tablóides.

Sem intenção alguma de ficar fazendo homenagem aqui e acolá, resolvi somente resgatar o post que escrevi sobre o primeiro disco de Amy Winehouse, Frank, em 2008. Faz tempo e desde aquela época, digamos que ela já estava perigando. Anyway, o resgate é para lembrar que ela foi muito mais que a louca ou somente “Rehab”.

Amy cantava com a alma e foi isso que me fez apaixonar por sua música.

Ladies and Gentlemen, with you Miss Amy Winehouse and her lovely Frank.



letra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s