clipe da semana

O nascimento do Stone Temple Pilots foi marcado por dois chifres. O baixista Robert DeLeo e o vocalista Scott Weiland se conheceram em um show do Black Flag em 1986, no qual – por sabe lá qual motivo – os dois começaram a conversar sobre suas namoradas. Conversa vai, conversa vem e juntando A + B, os dois descobriram que estavam namorando a mesma pessoa. Desgostosos com a situação, ambos terminaram com a dita cuja, mas o estrago já estava feito e a ligação de Weiland e DeLeo reforçada por terem passado pela mesma situação. A garota em questão se mudou de Long Island e os dois resolveram se mudar para o apartamento dela. Para os dois montarem uma banda foi um pulo, e a batizaram Mighty Joe Young.

O nome acabou tendo de ser mudado quando o conjunto se encontrava em estúdio, por ser o nome de um músico de blues. Então o conjunto, que contava com Eric Kretz como baterista e o irmão de Robert, Dean DeLeo, na guitarra, rebatizou o grupo de Shirley Temple’s Pussy, mas a gravadora vetou a escolha. O quarteto gostou das iniciais STP e um tempo depois inventaram Stone Temple Pilots.

A banda estourou com seu primeiro disco, Core, que contou com a produção de Brendan O’Brien (Bob Dylan, AC/DC, Black Crowes…).  Até hoje é lembrada por músicas de seu debut, como “Plush”, “Wicked Garden” e “Creep”. Nesta época o que mais tocava era o grunge e a voz de Scott somada as guitarras de Dean fizeram com que a banda fosse descrita como uma mistura entre Alice In Chains e Pearl Jam.

Ao mesmo tempo em que o conjunto ia pavimentando seu espaço no meio musical e construindo sua carreira, Scott Weiland ia figurando as sessões policiais devido o abuso de drogas.  Uma das razões pelas quais a banda anunciou que daria um tempo, em 2003.

Desde então Scott continuou a ser notícia por conta de seu vício, mas isto não o impediu de entrar para o Velvet Revolver, banda na qual ficou até 2008.  No mesmo ano, após passar por um novo tratamento de desintoxicação, Weiland retomou os microfones do Stone Temple Pilots. Na ativa o grupo começou a gravar ano passado seu sexto disco de estúdio, o trabalho que leva o nome da banda, foi lançado este ano (mas ainda não escutei nada!).

letra |

Anúncios

2 comentários sobre “clipe da semana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s