jim marshall

Sempre que posso estou com uma câmera nas mãos. Gosto de poder registrar momentos independente de sua importância segundo as convenções da sociedade. Seja coisa do dia-a-dia, férias, shows, festas, se a luz favorece estou pronta para um clique. E a idéia de poder fazer disto um meio de vida é um sonho guardado com carinho no coração.

No meio da fotografia há diversos nomes que me servem como inspiração. Como minha infra-estrutura não é nada profissional, tento sempre me focar na essência de seus trabalhos, pois cada detalhe pode transformar uma imagem.

Minha forte ligação com a música não me deixa negar que fotógrafos que trabalham diretamente com o assunto são os que mais admiro. Caroline Bittencourt e Marcos Hermes são dois profissionais a quem admiro muito, donos de fotos lindas, daquelas que quando vejo me fazem pensar: p… queria eu ter tirado esta foto.

Annie Lebovitz é um capítulo a parte. Mulher que consegue transformar contos de fadas em realidade, como a série que fez há três anos para a Disney: Year of a Million Dreams, me faz babar em toda e qualquer imagem sua. Sem contar que foi, durante 10 anos, responsável pelas fotos da revista Rolling Stones.

Mas acho que o mundo da fotografia musical não seria o mesmo se um dia Jim Marshall não tivesse existido. O homem que morreu na última quarta-feira (24.03) se interessou pela arte  de registrar momentos em filme ao comprar sua primeira câmera quando estava no colegial.  Mas foi apenas aos 23 anos de idade que seu hobby virou ganha pão oficial.

Durante sua vida Jim presenciou e registrou cenas lendárias da história do rock, como a performance de Jimi Hendrix no festival de Monterey, em 67, quando o músico incendiou sua guitarra durante seu show. A histórica turnê do Stones, Exile On Main St, em 72. Além de ter sido o único fotógrafo a ter acesso ao backstage do último show dos Beatles, em 66, na cidade de São Francisco.

Pessoalmente Marshall era conhecido por ser uma pessoal difícil, que parecia guardar toda a sensibilidade do mundo para suas fotos.

Aqui minha homenagem a Jim, que graças a seu amor por fotografia deixou como herança para o mundo imagens de épocas de um mundo distante e que até hoje inspiram.

créditos: fotos retiradas do site de Jim Marshall

Um comentário sobre “jim marshall

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s