e a cortina se fecha

Os finais, felizes ou não, estão chegando ou já aconteceram…

Não sou daquelas pessoas que deixam de fazer coisas na vida por causa da televisão, mas ela realmente tem parte importante na minha vida. Da mesma forma que fui uma criança arteira, que teimava em subir em árvores, mesmo tendo se ralado inteira na ultima vez que resolveu ver o mundo de cima de uma acácia. Também vi na telinha muitas coisas mágicas acontecerem. Desde a chegada do Nada (História Sem Fim), ao voo de Elliot e seu amigo enrugado (E.T.) ate o ressuscitamento de Baby e sua família (Família Dinossauro). Sem contar os dramas (não muito reais) mostradas nas novelas. Minha mãe teima em me lembrar que quando eu usava fraldas e já sabia ficar em pé, mas não andava, ficava agitadíssima quando Roque Santeiro começava e sacudia o fraldão dançando como dava. Ela ainda gosta de contar que cada vez que o protagonista, Sr. Zé Wilker aparecia, eu suspirava. é, acho que isso eu não precisava colocar aqui, né? Mas é bom admitir certas coisas e ver como se mudou com o passar dos anos. Hoje nem ligo quando ele faz aparições fantasmagóricas no folhetim das 19h. Algo como teu passado te condena, mas acho que só com ele aprendemos, né? Assim, como puderam ter uma ideia, desde bem pequena mostrei simpatia pela caixa magica. Entendo perfeitamente que não é tudo la que presta, na verdade hoje em dia a porcentagem de coisas exibidas que realmente são relevantes é mínima, mesmo assim ela tem parte importante no meu cotidiano.

Não tenho disciplina o bastante para lembrar dos dias e horários de seriados que me interessam, assim quase nunca assisto a coisa do início. Ate porque acho chato, os atores parecem meio frios e tal. Demoram um tantinho para se entender com o personagem, ou vai ver que é a forma que minha cabeça encontrou de se mostrar fiel a historia que teve seu lugar tomado pela nova trama.

Demorei para engrenar na novela das sete. Na verdade, isso só aconteceu por pura insistência da super-dupla noveleira que tenho em casa formada pela Maria e minha mãe e o fato de termos apenas uma televisão em casa. Já que a minha coitada, apos mais de 30 anos servindo a família, decidiu se aposentar, e realmente não a culpo.
Sendo assim, acabei mergulhando na trama que envolve Três Irmãs, que as vezes assim como o Tramontina (querido apresentador do SPTV), confundo e chamo de Três Marias.
Assim aqui um pequeno resumo e analise do que estou achando da novela no total e seu final:

– As Jequitibás
Dora… interpretada por Cláudia Abreu, atriz pela qual desde sempre sinto grande simpatia, mas vi isso se fortificando em 92 – Meo Deos como estou velha – quando ela viveu Heloísa na mini-série Anos Rebeldes (e como chorei na cena final dela). Seus papeis sempre parecem sobressair independente de sua importância no início da história, seja na teve como em filmes. Voltando, apesar de muito peruinha Dora me conquistou por sua alegria e forma de encarar a vida. Espero que ela supere os problemas no parto e volte com o Dr. Bento (Marcos Palmeira), mas só porque ela ama muito ele, porque oh dotôzinho chato esse hein? Que tem a seriedade e não- espontaneidade equivalente com o jeito carinhoso e feliz de Dora.

Alma… interpretada por Giovanna Antonelli. Mais uma vez sendo do contra não assisti a novela em que ela era Capitu ou O Clone e algo na atriz me incomodava. Mas Alma consegui conquistar também, mesmo eu não suportando quando ela tem ataques quando pensa em Gregg e fica elogiando o cara, “sem querer”, por horas. O jeito destrambelhado dela, que lhe rendeu a coroa de Maluca de Caramirim, ficou perfeito e convenhamos, apesar do ciume e do dedo podre sempre se mostrou ótima pessoa. Espero sim que ela termine ao lado de seu Gregório de Matos.

Suzana… interpretada por Carolina Dieckmann, atriz que venho acompanhando desde a mini-série Sex Appeal, em 93. Já vi coisas que gostei, outras que nem liguei (tem algo nas novelas de Manoel Carlos que não me cativam… sera as Helenas?). Mas apos Leona (Cobras e Lagartos, ), a loira platinada super vila style, na pele de quem Carolina estava incrível, Suzana além de sonsa é bem chatinha e mimadinha, revoltadinha que parece uma hora ter a cabeça no lugar e no segundo depois fazer a m*** do ano colocando tanto a sua vida quanto a de outros em perigo. Cansei de danzels in distress, viu?! Que acabe com Eros e nunca mais se meta em enrascadas, porque quem sempre paga o pato são os outros.

Da. Virgínia… demorou mas Ana Rosa, assim como tantos outros atores (Osmar Prado e so on) teve de envelhecer para conseguir papéis de destaque onde não são pobres… Vitória! Como Da. Virgínia ela é mãe de três mulheres e possui grande sensibilidade espiritual, algo como super poderes, e é tida pela cidade como uma mulher sabia, a quem todos recorrem quando estão com problemas. Torcendo que ela não morra e nem acabe com Augusto (José Wilker), péssimo marido em vida que passou a trama fazendo aparições do além para acertar as coisas.

Personagens que mais gosto…
Hércules Galvão (Bruno Garcia): que no início era o sinônimo de ruindade e mesquinharia e hoje é um homem arrependido, é a pessoa mais engraçada da trama de longe – o ator deveria ganhar mais por ser sempre um coringa que salva qualquer trama de que participa, principalmente as novelas das sete.

Gilda Sueli (Bianca Byington): vilã que apareceu na metade da novela e causou um monte. Reviu a vida e assim como Galvão se redimiu e rendeu ótimas risadas. Uma pena que morreu!

Baby Montenegro (Cassio Gabus Mendes): playboyzinho decadente, tentou ser trapaceiro mas nem nisto foi bem sucedido, seja pelo bom coração ou por ser competente apenas no quesito viver bem, agora também é do “bem”.

Dr. Rios (Erik Marmo): saiu da cartola de um mágico, para tomar conta dos casos abertos deixados por Dr. Polidoro (Othon Bastos), salvar o romance de Gregg e Alma, afastar a Soninha Pentelinha de Caramirim e embelezar o visual da Praia Azul que tava meio caidinho.

Gente que preferia que pulasse do penhasco…
Soninha Rainha (Emanuelle Araujo): e seus maledetos Reis e Negos… thank god voltaram para a Bahia.

Gennaro Fortuna (Otávio Müller): imitaçãozinha chata de italiano mafioso…foi tarde!

Neidinha (Roberta Rodrigues): começou a novela como “a fácil difícil” e agora está comprometida com Alfredão (Leonardo Carvalho) e me irrita com a fixação em casamento.

Anyway… veremos como as coisas acontecem hoje e amanhã.

***

Como falei no passado, apesar de todos os defeitos do BBB o programa tem uma coisa que me hipnotiza, fazendo com que o dedo fique meio mole e desobedeça o cérebro, e quando vejo… nem o cérebro consegue se desligar do que a televisão mostra.

Resumo do final
Edição onde faltou carisma. Nem curti a vitória do Max. No inicio não fui com a cara da Pricila, mas com o passar do tempo ela foi se mostrando a pessoa mais real (porque nunca se sabe ao certo quando alguém esta sendo verdadeiro, né? na televisão então). Independente do quanto ela fature com revistas e ensaios fotográficos, acho que ela merecia. Ele caiu nos clichês arranjando parzinho – e que dupla chatinha ele e a Professora Fofura – agitando com uma felicidade imensa em todas as festas – ninguém é tão feliz assim o tempo todo – concentração de monge nas provas de líder…ah para vai. Sem falsa modéstia, primeiro porque ele não era modesto, segundo porque o “personagem” era falso.

Anúncios

6 comentários sobre “e a cortina se fecha

  1. Vanessa disse:

    Também não curti o final do BBB, apesar de quase não ter assistido nada, e nem ter opinião sobre os participantes…hahahaha.
    E não sou noveleira, nunca lembro de assistir, sempre chego atrasada e a paciencia p/ acompanhar é pouca….hahahahaha. A unica coisa que sei é que minha cunhada me chama de Alma as vezes, por causa da moça da novela…huahuahuahua.

    Beijooo

  2. Josei disse:

    Não acompanho novelas desde o fim de Lalola. Nunca houve uma novela como aquela, literalmente. Costumo assistir só último capítulo, mas de Três Irmãs nem isto assisti…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s