expo led’s (part.2)

Continuando a saga, além de trabalhar, tinha mais duas coisas a fazer na feira.

– 1ª: trocar o piercing que comprei meses atrás para o nariz, em outra convenção de tatuagem, que é grande demais e só entraria no meu nariz seu eu quisesse alargar o furo, coisa que eu não quero, obrigada!

– 2ª: ver quanto sai para colocar um piercing transversal na orelha, preço e tal, mas antes de coloca-lo de fato checar se há algum ponto na orelha que não interfira com o corpop já que acredito tanto na acupuntura “normal” quanto na auricular.

Sexta-feira foi o dia de familiarizar com a feira, então acabei deixando as duas “missões” para depois. No dia seguinte a feira bombou, então como sempre faço, deixei minhas coisas para resolver no último dia. Antes de ir trocar o piercing passei por outros stands checando o preço que estavam pedindo pela jóia, para ter uma base de negociação, caso as coisas não corressem legais. Rondei o lugar onde iria trocar o piercing por um certo tempo, porque queria falar diretamente com o moço que me vendeu da outra vez. Falei com ele e aparemente no meio de toda a mercadoria que eles tinham lá no dia não existia uma argola mais fina, legal né? Isto é, de fato terei de ir até a Galeria do Rock para fazer a troca, que segundo ele, É POSSÍVEL! Afinal de contas, sou meio boba, mas não otária de perder 15 reais!

Saí de lá, com um resultado positivo, mesmo que não satisfatório. O que acontece que tenho minhas crises de mimiquisse, isto é, revolto quando não consigo o que quero, especialmente se é algo no qual dediquei horas de pensamentos. Resumindo, mesmo com a garantia de que as coisas serão resolvidas quando eu passar na Galeria, fiquei p*ta da vida. Coisa de gente mimada, admito. No caminho de volta, acabei parando em outro stand e curiosa, e fui saber mais uma vez quanto saía o piercing que eu queria. O senhor que me atendeu não era daqui, tinha um sotaque diferente, coisa de latino, mas não sei especificar o país de origem dele. Aí a conversa…

– Oi, quanto tá a argola de nariz, mas bem fininha?
– Quantas você quer?
– Uma só!
– Só quer uma?
– Isso!

Aí o homem pegou uma mochila que dentro tinha milhares de saquinhos plásticos, todos eles cheios de piercings, argolas finas, médias, grossas, de diversos tamanhos. Comecei a me sentir mal de fazer o homem ter todo o trabalho, sendo que não tinha nos meus planos de fato comprar, afinal ainda tenho 15 reais de crédito nisso, né? Falei:
– Não precisa ter todo esse trabalho, só queria mesmo saber quanto está.

Então ele tirou um saquinho, este repleto de argolinhas miúdas, prateadas, centenas e centenas delas. E a aflição que fiquei de ver aquilo, porque se estivesse nas minhas mãos certamente eu deixaria tudo cair no chão.

Ele separou uma, me olhou, colocou ela na palma da própria mão, cobriu com a outra e ainda com as duas mãos deitadas as direcionou para mim. Levantou a mão que estava em cima e disse:
– Pronto. É presente!

Minha reação? Inexistente! Toda aquela euforia nervosa foi desfeita, fiquei desconcertada com o ato dele. E disse que não poderia aceitar. E ele insitiu! Fiquei tão abobada com aquilo que só consegui abrir um sorriso, pegar o piercing e solta um OBRIGADA baixinho e envergonhado. Minha gratidão era tão grande que não consegui expressar.

Retomei meu caminho de volta e sentei no stand. A pasmassera passou e voltei para o stand do senhor correndo levando uma sacola, com uma edição da revista para ele. Agradeci de novo e dessa vez dei um abraço e um beijo no rosto dele. Ainda assim, acho que isso foi pouco em troca do piercing. Vai saber, acho que rock não faz o gênero dele, um beijo e um abraço, mas fiquei mal de oferecer para pagar, depois de um gesto tão bonito, que acabou por dar um sr. UP no meu dia.

Lição aprendida após isso… ainda há esperanças para a humanidade!

meu piercing/presente novo!

***

Hoje mais uma vez é dia de show e logo mais vou me preparar para um skazinho maneiro do Reel Big Fish e Sapo Banjo. Tô aqui, trabalhando um bocado, fazendo um “esquenta” mental e torcendo muito para que toque uma porção de músicas que eu adoro, incluindo essa aqui…
Reel Big Fish – “Take On Me”


letra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s