uma lembrança (part.1)

Segundo o meu querido WIKIPEDIA, grande fonte de informação para a vida, memória é: a capacidade de reter, recuperar, armazenar e evocar informações disponíveis, seja internamente, no cérebro (memória humana), seja externamente, em dispositivos artificiais (memória artificial).

Existem diversos tipos de memória

Memória declarativa. É a capacidade de verbalizar um fato. Classifica-se por sua vez em:

– Memória imediata: Tipo de memória que dura de frações a poucos segundos. Ex: capacidade de repetir imediatamente um número de telefone que é dito. Estes fatos são após um tempo completamente esquecidos, não deixando “traços”.

– Memória de curto prazo:Memória com duração de algumas horas. Neste caso existe a formação de traços de memória. Ex: capacidade de lembrar do que se vestiu no dia anterior, ou com quem se encontrou.

– Memória de longo prazo: Memória com duração de meses a anos. Ex: capacidade de aprendizado de uma nova língua.

Memória de procedimentos: É a capacidade de reter e processar informações que não podem ser verbalizadas, como tocar um instrumento ou andar de bicicleta. Ela é mais estável, mais difícil de ser perdida.

Estou falando tudo isso para explicar o fato de que o cheiro une as pessoas. Pelo menos comigo é assim que funciona, mas só se for o bom odor, né?

Além de ter uma memória de elefante para fatos, sou uma pessoa que se apega muito aos detalhes, guardando mil tipos de informações sobre tudo, e uma das que mais me faz lembrar das pessoas é o perfume.

Adoro pessoas bem-cheirosas, o que é algo bem diferente de quem toma banho de perfume. Gosto da sensação de quando vou cumprimentar alguém no rosto um cheirinho especial vem e ele fica marcado comigo para sempre, como se fizesse parte da identidade daquele indivíduo. Por isso é sempre mais legal quando a pessoa usa sempre o mesmo perfume, porque aquele em particular significa ela para sempre.

continua…

Anúncios

Um comentário sobre “uma lembrança (part.1)

  1. Marcio disse:

    “Estou falando tudo isso para explicar o fato de que o cheiro une as pessoas. Pelo menos comigo é assim que funciona, mas só se for o bom odor, né? ”

    BALELA!!!!Eu sei muito bem (e isso é um fato) que você também lembra de pessoas fedorentas!!!!
    E essa memoria estável não ta com nada,diz pra cicatriz na minha canela como ela é estavel!!!!
    Eu aqui,tentando ler o seu post para faezr um comentário e você fica MANDA!!!MANDA!!!MANDA!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s