imogen… imagine…

A primeira vez que ouvi Imogen Heep cantando foi no rádio.

Naquela época, todos em casa, mãe, irmãos, prima e alguns agregados, estavam profundamente envolvidos com a tese da minha tia. Uns atendiam telefone, outros faziam cafézinhos, a minha função era transcrever e digitar entrevistas. Perdi a conta de quantas fitas passaram pela minha mão. Foram quase seis meses de muito trabalho e para me acompanhar nessa jornada, a terra que me perdoe, usei muita pilha, seja para o gravador quanto para o walkman. Como isso aconteceu há 10 anos atrás, confesso que achava que pilhas recarregáveis eram caras demais para mim.

Bom, o lance é que naquele tempo ou eu ouvia fitas que gravava em casa – com programas de rádio, como Estúdio Ao Vivo, da Transamérica (tenho a fita do Hoodoo Gurus guardada até hoje) ou com músicas dos meus próprios CDs – ou então era Brasil 2000 durante o dia inteiro. Isto é, muito Maia e Tatola e informação que me é valiosa até hoje. Nessas eu lembro direitinho quando estava digitando uma de minhas entrevistas e o Maia anunciou “Oh Me, Oh My” da Imogem pela primeira vez. Achei que o sobrenome dela escrevia Hippie e mal podia esperar pelo que vinha e descobri segundos depois que o som nada tem haver com os hippies, e depois que na verdade se escreve Heap.

Naquela época, a internet era discada, lerda e um saco. Então, eu não sonhava com Napster, que só vim a conhecer meses depois. Nisso, arregacei as mangas e fiz como sempre, garimpei, procurei, esperei. E não é que um belo dia vejo um disco dela para vender? Ele estava no fundo da prateleira das Lojas Americanas, escondidinho, todo acabado, caixinha detonada, mas o preço era ótemo! Acho que paguei 12,90 e naquela época já era barato.

Ai ai, como eu fico feliz quando compro um achado desses. Isso tudo aconteceu quando eu ainda me arriscava a comprar um disco conhecendo apenas uma música. Afinal, “Oh Me, Oh My” foi a única dela que já ouvi tocar no rádio. Mas sabe o que me deixa mais contente ainda? Ter adorado o CD por inteiro.

Como falei, isso faz muito tempo. As coisas mudaram muito desde então e com a Imogen não foi diferente. Aqui uma “nova” música dela, que descobri por conta da minha irmã. Bonitinha, suave, gostosinha para ficar cantarolando durante o dia inteiro.

vídeo | letra |

Why d’ya have to be so cute?
It’s impossible to ignore you
Must you make me laugh so much?
It’s bad enough we get along so well
Say goodnight and go

Anúncios

Um comentário sobre “imogen… imagine…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s