so hard to say goodbye…

Não achei que o meu egoísmo daria as caras tão cedo, mas foi o que aconteceu na semana passada. Fazia já algum tempo que estava sabendo sobre a partida de uma certa pessoa. Fazia mais tempo ainda que esta pessoa estava correndo atrás de algo como isso. Então festejei quando fiquei sabendo da notícia, afinal era algo que ele queria. Depois disso me juntei na expectativa do anúncio da data da viagem.

O mais incrível é que ouvi histórias dele por quase dois anos. Fui conhecer só em 2005, mas faz apenas um ano que realmente comecei a conversar com esse menino. Ele caiu de pára-quedas no meu MSN e desde então tagarelamos muito. De manhã, de tarde, de noite. Sobre o presente, o passado, o futuro. Sobre a vida, a morte, o além. Conversas que iam de fofoquinhas a papo-sério em segundos.


O dia em que conheci a figura, Motor FUNDIDO na estrada –
de pé: Vitinhu, Jota, Felipe; “sentados”: Lucas e Adriano

Demorou, mas a data de partida foi anunciada. Estava tão feliz por ele conseguir algo que estava buscando que não percebi que iria sentir tanta falta. Falta o bastante para ficar pra baixo na semana do “Dia D”. Ele teve mil e uma despedidas e por conta da cidade que nos separa acabei indo a só uma delas, mas o que é importante é que para mim essa foi especial, regada a super-sanduíches, muita risada e filme brasileiro. Até ficar perdido foi divertido, deu tempo de aproveitar a companhia ao vivo e conversar mais um pouquinho!

Não tive como me despedir no aeroporto, mas como disse para ele, “o bom de não se ir ao aeroporto é que ninguém te vê chorando.”
E realmente fiquei com lágrimas nos olhos quando desliguei o computador na quinta passada. Finalmente chegou o dia e ele se foi, embarcou em “grande estilo” para o velho mundo e deixou no Brasil uma Paula um pouco triste. “Perdi” meu companheiro da manhã! O lado bom é que já tenho uma idéia de quando irei “acha-lo” novamente e temos alguns planos a cumprir: bang!, teste da boquinha, sessão O Poderoso Chefão e feira noturna.

A idéia da distância se assentou na minha cabeça e a deprê se foi. A felicidade por ele voltou e mal posso esperar para ter notícias.

Ah, se o senhor estiver lendo isso não se esqueça:
“Não jogue seu amigo como alimento aos tubarões e nem mergulhe da proa para o mar!”

Lucas fazendo pose

fotos retiradas do profile do orkut do Sr. Lucas

3 comentários sobre “so hard to say goodbye…

  1. Lucas disse:

    Maiores, muiiito maiores!!!Valeu a despedida, realmente nao tenho como agradecer…As saudades entao, maiores impossivels!Beijos pra todos voces ai queridos!

    Paulinha: Ah, que surpresa mais linda! Saudades também!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s