por pouco…

A bola tá rolando e hoje vou falar sobre futebol!
Sempre gostei desse esporte, desde pequenininha adorava jogar com o meu irmão. Apesar de eu não ter crescido muito, isso já faz um certo tempo. (Hey, não me chame de velha!) Lembro bem que a minha querida camisa do São Paulo foi parte importante do meu vestuário quando ainda morava em Maringá. Adorava sair de tarde com a Gleice, fosse a gente andar ou para os treinos de basquete… era incrível que sem combinar todas as vezes que eu aparecia com a minha camisa do SPFC, lá estava ela de bermuda lilás e camisa do Corinthians.

Por mais que eu adore torcer contra o time do meu pai… o famigerado Timão, isso não impediu de ter a Gleice como melhor amiga. Não me impediu gostar do mesmo menino por anos a fio…

O tempo passa. A amizade permaneceu mesmo com a distância. O menino ficou na memória. Mas ainda adoro torcer contra o Corinthians é divertido ver meu pai ficar bravo com futebol.

Quando estava na escola me divertia jogando. Não era a nova revelação no esporte, mas adorava catar no gol! Sinto falta disso! Quem sabe em breve não poderei me arricas novamente… Figuinhas!!!
Mas hoje na verdade vim falar do sofrimento que esse bendito jogo me fez passar ontém. Ouvi no sábado um comentário “sábio”: O brasileiro é o povo que mais odeia a seleção brasileira!

Não sei quanto a você, mas eu realmente me identifico com essa afirmação. Acho que isso acontece porque sabemos o potêncial de nossos times (seleção principal, sub-20, ai por diante) e a frustração de não ver eles rendendo o quanto podiam é gigantesca. Ontem passei mal.

Primeiro porque a televisão estava fora do ar durante boa parte da noite, o que me fez perder quase o primeiro tempo inteiro de Brasil x Uruguai. Segundo, porque estavamos na frente e as coisas foram se complicando. A possibilidade do empate era grande e aconteceu. Por mais que eu ache penaltis uma das coisas mais emocionantes no futebol é sempre dolorido quando você está torcendo. É verdade que eu não estava levando muita fé numa vitória nos penaltis. O lado psicológico da nossa seleção de futebol, ao contrário da de volei, não é nada forte. O time se abate, mas o pior de tudo é a caracteristica brasileira (que a meu ver, está presente em todos nós) de fazer o povo sofrer. Independente do esporte, nossos times sempre deixam o oponente crescer no jogo, para ai ganhar tudo no último minuto, set, tempo… o que seja. Infelizmente em alguns casos isso não acontece, tipo volei feminino.
Anyway, aquela frase de patty vem a minha cabeça quando coisas desse tipo acontecem…

Os cinco penaltis foram batidos, as coisas estavam pau a pau. Muita emoção para o meu final de noite. Quando vi que o Lugano iria bater, achei que voltaríamos a estaca zero. Os gols feitos e perdidos iriam empatar e o sofrimento iria se prolongar mais uma vez… E foi então que o Doni me surpreendeu. Merece crédito por ter mostrado algo que eu estava duvidando que veria. Não sei julgar se ele realmente se adiantou, mas o alívio foi incrível. Já cansei de sofrer e no final do jogo acabar como perdedora.

Mas esse alívio vai durar pouco… hoje tem jogo e vamos conhecer nosso adversário. Argentina x México. Vai ser um jogo difícil. É claro que vejo a Argentina como favorita, mas não acho que o México irá se render tão fácil assim. Admiro a seleção argentina, por mais jogo “sujo” que eles façam. Acredito que eles jogam como o Brasil deveria jogar toda a vez que está em campo, isto é, com muita garra e vontade de ser o melhor naquele momento!E não ficar dependendo de nomes para “assustar” o adversário. Ao mesmo tempo que também sou simpatizante do time mexicano. Não preciso nem dizer que prefiro pegar o México na final, mas acredito em algo que ouvi a semana passada durante um programa de esportes. A Argentina é sempre um adversário forte, mas contra ela o Brasil sempre entra em campo mais esperto, preparado para um jogo forte. Mas quando o time é outro, mediano, parece que o “sucesso” subiu a cabeça dos jogadores, que entram em clima de já ganhamos e o resultado é: tapa na cara!

crédito:foto 1 tirada desse blog , foto 2 tirada do site do Terra

Anúncios

Um comentário sobre “por pouco…

  1. J!!! disse:

    pois eh..
    e a argentina deu um pau no mexico..
    3X0…
    e acho q o brasil eh o proximo a tomar um côco…
    vamos ver…
    e quanto a fazer algo, tipo pic-nic???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s